Pesquisar este blog

domingo, 23 de agosto de 2009

Túnel do Tempo

O apoio descarado dos meios de comunicação, em 1989, levaram Fernando Collor de Mello, o "caçador de marajás" à presidência, com a promessa de colocar na cadeia "um caminhão de corruptos".
Votei no Brizola e no "sapo barbudo" no segundo turno.
Aquela eleição era do Brizola, mas houve o fator Minas.
Com distanciamento, o "cacique dos pampas" errou na profecia, que dizia: "é a briga do diabo com o coisa ruim" ou algo assim... Hoje, Lula e Collor estão juntos, na mesma "tropa de choque".

Um comentário: