Pesquisar este blog

sábado, 29 de outubro de 2011

Ciudad del Leste - Só mudou o asfalto...

Como já disse anteriormente, estive em Foz do Iguaçu, pela primeira vez, no final da década de 1970. Lembro de ter atravessado a fronteira de Kombi e desembarcado em uma rua poeirenta, com esgoto correndo a céu aberto, meio favela, meio periferia de qualquer grande cidade brasileira.
Logo de cara, fui abordado por ambulantes, que me ofereciam cocaína e pornografia...
Bem, passados quase quarenta anos, desembarco de uma van dentro do estacionamento de um shopping, quase dentro da aduana paraguaia (que foi paga pelo Brasil, segundo o guia Luiz). Dentro dele, nenhuma grande vantagem, preços especiais...
Saio na rua e sou abordado por ambulantes, que me oferecem ... meias! Sim, meias, uma duzia delas por R$ 10,00...
Sigo em frente e a cantinela dos ambulantes é frenética. Querem porque querem vender as meias. Atravesso a avenida, cheia de taxis e vans oferecendo corridas de volta ao Brasil e passo a entrar no "verdadeiro comércio paraguaio". Lojinhas que vendem produtos de segunda e terceira linha, que são oferecidos por preços melhores na 25 de março ou na Uruguaiana.
Agora não vendem mais cocaína, as ofertas - para o senhor de meia idade que caminha pela calle - são de viagra e pramil, que devem ser produzidos no segunda andar de um daqueles edifícios onde se localiza o "verdadeiro comércio paraguaio"....

Nenhum comentário:

Postar um comentário